Cinegrafias de um aventureiro amador, parte 2

 

GoPro Hero3 Black Edition, 1080p, 60fps. Editado no Adobe Premiere Pro.

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , | Leave a comment

Guia de viagem: Bali

Bali eh um destino turistico famoso principalmente entre Australianos por N fatores. Foi citado tambem no livro “Comer, Rezar e Amar”, focando na regiao de Ubud. Sendo a ultima parada de nossa viagem (que eu deveria ter terminado de escrever ha seculos haha), aproveitei mais pra esfriar a cabeca e chegar descansado para o semestre letivo.

Diferente do que algumas pessoas pensam, Bali nao eh uma cidade, ou uma ilhota. Eh uma ilha razoavelmente grande com mais de 4 milhoes de habitantes e varios aglomerados urbanos que podemos chamar de cidades. A maior, mais famosa e mais agitada eh Kuta, que falarei mais a frente.

Featured image

Selo oficial de Bali. A ilha tambem eh conhecida por “Ilha da Paz”, “Manha do Mundo”, “Ilha dos Deuses”, “Ilha do Hinduismo”, “Ilha do Amor” e outros. Fonte: http://thejakartaglobe.beritasatu.com/archive/bali-to-host-2013-miss-world-pageant/514130/

Economia local

Bali sobrevive de turismo. Segundo algumas estatisticas, turismo contribui em 80% para a economia da ilha toda (fonte: http://content.time.com/time/magazine/article/0,9171,393799,00.html)!!! Ainda assim, os precos sao absurdamente baixos comparados com os outros lugares que fomos. Chegamos a pagar 18000 Rupiahs Indonesias (IDR) por um prato completo de comida numa porcao razoavel e IDR 7000 por uma garrafinha de coca-cola. Ou seja, pagamos AUD2,50 por uma refeicao completa.

Falando na moeda local, eh um pouco estranho sair na rua e carregar 300 mil rupiahs, comprar algo com 100 mil rupiahs e receber muitas, mas muitas cedulas de troco.

Como a cotacao da moeda deles eh de aproximadamente AUD 1 = IDR 10.000 e a cedula de maior valor eh a de 100.000, eh impossivel sair na rua com muito dinheiro e pouco volume de dinheiro. Parece banco imobiliario hehe.

ALERTA IMPORTANTE: andando por Kuta vimos muitas lojas que ofereciam cotacoes bem melhores do que as que vimos aqui em Sydney, cotacoes melhores do que lojas autorizadas na propria cidade. Normalmente, em lojas autorizadas, as cotacoes variavam entre AUD 1 = IDR 10.400 ~ 10.700, enquanto chegamos a encontrar lojas vendendo a AUD 1 = 13.000. Evite comprar em tais lugares. Por relatos de pessoas que ja cairam nessa, fiquei sabendo que os vendedores pegam seu dolar e te entregam MUITAS cedulas de pouco valor, e quando voce confere, o valor nao bate com o que voce vendeu, mas nao ha como reclamar, pois ja foi vendido. Compre rupiahs apenas em lojas autorizadas, ou seu dinheiro vai sumir na frente dos seus olhos.

Transporte publico?

Nao existe, logo…

Transporte

Taxis. Fim.

A cidade conta com varios taxis e motoristas privados. Sobre os taxis, preste bastante atencao em qual voce quer pegar, visto que muitos nao oferecem a opcao de taximetro e cobram precos MUITO acima do que cobrariam normalmente.

Saindo do aeroporto, milhares de taxistas tentarao chamar sua atencao oferecendo servicos de taxi. Barganhe o maximo que puder, pegue precos de referencia, negocie, tente nao ceder a primeira oferta, barganhe mais. Economize o maximo que puder. Deixe bem claro para onde quer ir, e mais importante ainda, deixe bem claro o preco a pagar. Nao seja mais uma vitima de scam para as estatisticas hehe.

Ha tambem a opcao de contratar um motorista particular e pagar pelo dia de servicos ou por uma viagem pre-determinada (aeroporto-Ubud, por exemplo). Fizemos isso quando estavamos em Kuta: ligamos para um motorista, pagamos uma quantia razoavel PELO CARRO (ou seja, quanto mais gente, menor a parcela) e no outro dia pagamos para o mesmo motorista nos deixar no aeroporto. Caso tenha interesse, este eh o perfil do Facebook dele https://www.facebook.com/komangweni.weni . 10/10 contrataria seus servicos de novo. Ps.: fala ingles bem.

Localizacao e clima

A ilha de bali fica 8 graus abaixo da linha do equador, ou seja, tem um clima agradavel e umido durante o ano todo. Diferente de outros lugares que ficamos – e provavelmente pelo fato de ser uma ilha -, as temperaturas noturnas eram mais amenas, com uma brisa agradavel.

A ilha contem alguns vulcoes, sendo o mais alto com seus belos 3.000m! As areias de algumas praias tem uma coloracao bem escura, provavelmente de formacao vulcanica.

Bali tem um aeroporto razoavelmente grande, Ngurah Rai International Airport, mais conhecido como Denpasar International Airport (DPS). Alguns voos da companhia aerea 5 estrelas Garuda Indonesia fazem longas escalas usando esse aeroporto. Uma oportunidade pra dar uma voltinha na ilha hehe. Detalhe importante: para SAIR de Bali usando o DPS eh preciso pagar uma taxa de SAIDA de 250.000 Rupiahs (AUD25). Nao leve sustos.

Cultura

Bali tem a maioria de sua populacao auto-declarada Hinduista. O budismo ocupa apenas 0.5% das estatisticas, estando abaixo ate do cristianismo (1.5%) (Fonte: http://sp2010.bps.go.id/index.php/site/tabel?tid=321&wid=0 – EM INDONESIO hahahah). Detalhe: 87% da Indonesia eh muslim/muculmano.

Uma coisa me chamou bastante a atencao em relacao a diversidade religiosa: fomos em um templo onde, na area de oracoes, vi dois altares. Um rapaz local nos explicou que um deles era um altar budista e outro um altar hindu e que eles conviviam em perfeita harmonia. Queria eu que o mundo entendesse que isso eh perfeitamente possivel.

Do lado esquerdo, com um forro vermelho, um altar budista. Do lado direito, mais centralizado, um altar hindu.

“Tratem a todos com o devido respeito: amem os irmãos, temam a Deus e honrem o rei. 1 Pedro 2:17” Do lado esquerdo, com um forro vermelho, um altar budista. Do lado direito, mais centralizado, um altar hindu (Clique para aumentar).

Para aqueles que apreciam uma boa culinaria, aproveitem Bali. A comida eh otima e bem caracteristica, por um preco absurdamente barato. Ai penso: se Bali eh uma regiao extremamente turistica e se um restaurante vende a comida ja tendo uma margem de lucro, e um prato de Mi Goreng (macarrao frito com vegetais + omelete) custa AUD1,70, imagine quanto custa para se cozinhar em casa?

Apesar de ser uma regiao com uma cultura muito rica, o turismo acabou a corrompendo. Kuta eh basicamente um pedacinho da Australia na Indonesia e alguns templos tentam passar a perna no turista, forcando-o a comprar um sarong por alguns dolares, sem motivo aparente. Ubud foi menos corrompida, mas ainda apresenta seus sinais de aculturacao: um starbucks a 2 metros do portao principal do templo mais famoso da cidade (Lotus temple). Triste, mas o dinheiro precisa circular.

Atracoes turisticas

Templos, praias, surf e cultura (se souber onde procurar). E cafe.

20140715-IMG_5565

Nos serviram varias amostras gratis de diferentes cafes/chas locais. Sou suspeito pra falar, mas O DE GENGIBRE EH INCRIVEL.

O cafe balines tem uma reputacao alta no mundo, especialmente por causa do filme “Antes de Partir” com Morgan Freeman. Se voce curte um cafe, vale a pena a experiencia. Em um dos tours que compramos fomos levados ate la e a experiencia vale a pena.

Se for interessante para voce, eh possivel comprar tal cafe e levar pra casa ou de presente pra alguem.

20140715-IMG_5560

Creditos a foto: Fatima Raposo

20140715-IMG_5555

O melhor cafe do mundo eh o coco deste animal. O Luwak seleciona apenas os melhores graos, os come e os defeca. Ou seja, o melhor cafe do mundo eh uma bosta. Quase literalmente.

Muita gente vai a Bali para aproveitar a “vibe”, curtir uma praia e praticar o surf, razoavelmente famoso e conceituado na regiao. Outros vao para fazer tours em templos, outros para passarem lua de mel, outros para beberem ate darem coma alcoolico. Sports aquaticos, mergulho, snorkeling tambem entram na lista, mas nao nos atrevemos.

Visitamos bastante templos, conhecemos algumas praias – uma em especial, Pandawa Beach, que super recomendo -, assistimos a apresentacoes culturais e juntamos algumas historias bacanas pra contar.

Sobre a Monkey Forest: NAO LEVE BANANAS OU ALIMENTO PARA OS MACACOS. Eles vao subir em voce, abrir sua bolsa/mochila, roubar a comida e sair. Nao seja atacado por eles.

Apesar da atitude deles, vale a pena a visita. Eh um lugar bem bacana, com, obviamente, muitos macacos. haha

20140719-IMG_531320140719-IMG_531120140719-IMG_529420140719-IMG_527420140719-IMG_5279

Das coisas que fizemos e que recomendo fortemente, alugar um caiaque em Pandawa Beach vem em primeiro lugar. Pagamos AUD2,50 por pessoa por um caiaque duplo por uma hora em uma praia incrivel! No hotel de Ubud, compramos um pacote de uma excursao com rafting, incluindo transporte de ida, transporte de volta e almoco FREE FLOWING por 30 dolares/pessoa. 14 km rio abaixo muito bem pagos. Recomendo tambem.

Assistir a uma apresentacao cultural no Uluwatu Temple vale cada segundo. Pagamos 100.000 rupiahs, equivalente a 10 dolares pelo ingresso e demos sorte: vimos a apresentacao e um por-do-sol de encher os olhos d’agua. Particularmente, aquela cena mexeu mais ainda comigo que, mais uma vez, visitei um cenario de luta de um videogame que marcou minha infancia:

DCIM106GOPRO

Antes que eu poste as fotos, deixo alguns alertas para os desavisados:

1. Quanto a taxis, de preferencia absoluta para a companhia BLUE BIRDS, com um motorista uniformizado. A companhia eh seria e tem uma reputacao boa. Peca taximetro e, caso o motorista negue, ameace denuncia-lo para o chefe da companhia.

2. Barganhe.

3. Se for visitar qualquer templo, carregue SEMPRE um sarong. Ou compre um nas feiras locais ou peca emprestado no hotel/hostel que ficar. Talvez voce de sorte. Em alguns templos vao te obrigar a comprar o sarong deles, negue ate a morte. Quando comprar um ingresso, certifique-se de que voce nao precisa pagar MAIS NADA. Seja esperto.

4. Barganhe.

5. O visto para brasileiros eh disponivel no proprio aeroporto. Separe USD35 exatamente para evitar scams. Se pedirem para voce pagar mais, negue.

6. Barganhe.

7. Nem todos os hotels/hostels oferecem agua quente. Leia com atencao.

8. Seja esperto. Se voce mora no Brasil, naturalmente voce eh esperto. Por ser uma regiao cheia de turistas, pequenos furtos podem acontecer. Projeta seus objetos de valores.

9. Have fun.

Bali tem tantas, mas tantas atracoes turisticas que me recuso a lista-las aqui. Digitar no google “Things to do Bali” ja ajuda um pouco. Abaixo, alguns registros da nossa viagem que alem de fotos, rendeu bastante cultura que levarei comigo para sempre.

20140715-IMG_5573

FELIZ TOMANDO UM CAFE DE VERDADE. Pra falar a verdade, o cafe que tomamos em Bali nao eh muito diferente daquele que tomo la na casa da minha vo, bem no interior de Minas. Mas valeu a experiencia.

DCIM106GOPRO

FELIZES POR TEREM PAGADO AUD2,50/HORA

20140719-IMG_5324

Na Monkey Forest, em Ubud, nao tem-se apenas monkeys… hehe

20140721-IMG_5414

Tanah Lot

20140715-IMG_5491

The Holy Springs

DCIM106GOPRO

Tirei essa foto com a GoPro porem havia MUITA iluminacao no ceu nublado. Forcei um super alto contraste e acabou que gostei bastante dessa foto 🙂

20140715-IMG_5533 20140715-IMG_5511 20140715-IMG_5346 DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO  20140721-IMG_5365   20140719-IMG_5291 DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO 20140715-IMG_5630 20140715-IMG_5629 20140715-IMG_5549   DCIM106GOPRO

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comments

Guia de viagem: Kuala Lumpur

Visitamos Kuala Lumpur, capital da Malasia no apice de seu doce verao de 35 graus medios. A primeira impressao que se tem eh que a cidade eh bem organizada e tem tudo que precisa ter, com um aeroporto muito bem equipado e conexao para varios destinos asiaticos.

Falando nele, o Kuala Lumpur International Airport – KLIA – fica MUITO longe da cidade, tendo que pagar um trem expresso ate o centro ou um onibus terceirizado.

Pelo que ja li, a Malasia tem muita coisa bacana pra se ver. Dois tercos do pais eh coberto por floresta tropical com uma biodiversidade incrivel; a comida eh muito famosa e, diga-se de passagem, muito boa e barata; existe uma regiao da Malasia que um dia foi colonia portuguesa, Malacca, e que, por um tempo, teve o idioma portugues como lingua oficial!

 

Economia local

A economia local eh bastante mista. Petroleo refinado e bruto, combustiveis derivados do petroleo e oleo de palmeira contribuem diretamente na conta.

Mesmo com um estado interventista, a economia eh considerada relativamente aberta e, a cada ano que passa, espera-se que esta fique ainda mais aberta. Em 2012 estabeleceram um plano macroeconomico com intencao de expansao internacional. (Fontes: http://www.wtec.org/loyola/em/04_07.htm, http://www.infernalramblings.com/articles/Malaysian_Economy/436/ )

A moeda usada eh o Malaysian Ringgit, MYR, que tem mais ou menos a cotacao de AUD 1,00= MYR 3,00. As cedulas novas sao feitas de polimero plastico e sao bem bonitas.

Ainda que a moeda seja um pouco desvalorizada em comparacao com o dolar, o que custaria 3 dolares na Australia custa 3 ringgits na Malasia. O mesmo caso acontece com a relacao com Singapura: por exemplo, se 1 litro de combustivel custa 3 ringgits na Malasia, possivelmente o preco do mesmo litro de combustivel sera 3 dolares singaporeanos dentro do territorio de Singapura. Isso tava preocupando o governo de Singapura, ja que algumas pessoas cruzavam a fronteira, enchiam o tanque do carro e voltavam pra Singapura. Agora, sempre que alguem deixa a fronteira de Singapura via carro, a imigracao controla quanto combustivel tinha no seu carro na SAIDA e confere com o retorno ao pais. Bizarro.

 

Transporte publico

Inicialmente, para deixar o aeroporto, tem-se tres opcoes:

1. Onibus, que custa em torno de MYR 10, e precisa ser comprado nuns guiches do aeroporto;

2. Taxi, que nao sei quanto custa, mas geralmente funciona no taximetro;

3. KLIA Express, que eh um trem que sai do aeroporto e vai diretamente pra estacao central de KL e custa uns MYR 30.

A cidade dispoe de trens e onibus, apesar de so termos usado trens por serem MUITO baratos e eficientes. Ressalto que sao eficientes pois precisamos andar pouco ate as estacoes e a partir delas, mas os trens sao bem lentos. Muito lentos, na verdade, porem na faixa de 1 dolar por viagem.

Taxi na Malasia eh muito barato. Pedir taximetro eh algo essencial, ja que, de acordo com as leis deles, barganhar a tarifa (fare haggle) eh ilegal.

Uma coisa que achei muito interessante: o KLIA Express, trem que leva da KL Sentral – sim, Sentral com S – ate o aeroporto tem uma opcao de fazer checkin das bagagens na propria estacao de trem! Ou seja, voce vai ate a estacao no centro da cidade, despacha sua malas e so pega elas de novo no destino final do seu voo! Eles se orgulham desse sistema integrado e com razao deveriam.

 

Localizacao e clima

A Malasia tem duas partes: a ocidental, onde KL se localiza e a oriental, que faz fronteira com Brunei e tal. Ambas as partes sao quentes, muito quentes. Localizadas quase na linha do equador e circundada por corpos de agua, a temperatura vai sempre estar alta e sempre vai estar umido, pra dar aquela sensacao de mais quente ainda.

O clima eh praticamente o mesmo de Singapura, mas como a cidade eh mais urbanizada e tem-se menos areas verdes, acredito que a regiao urbana de KL retem mais o calor, parecendo estar mais quente.

 

Cultura

A religiao predominante eh o Islam e isso eh evidente. Em todas as cedulas ha inscricoes em arabe (eu acho, haha).

Apesar da dominancia, nota-se que ha um pluralismo grande de culturas: em 10 minutos andando eh possivel encontrar uma igreja, um templo hindu e um templo budista, quase de frente um pros outros.

Praticamente todo mundo fala ingles, o que eh um beneficio pra gente que viaja despreparado hehe.

Importante: na cultura malasia, come-se com as maos, sem usar talher. Entao dependendo de onde voce for comer, vao te servir o prato e eh isso!

kuala lumpur mosque centre city

Uma coisa que aprendi durante essa viagem: como o pais tem uma influencia fortissima do Islam, nenhuma construcao pode reproduzir formas vivas, por isso formas geometricas complexas predominam na arquitetura. Creditos a Fatiminha e a Carol Niitsu pela informacao hehe.

Sobre a regiao da Malacca, que um dia foi colonia portuguesa, nao tive a oportunidade de visitar, mas queria bastante (quem sabe um dia). Como o portugues prevaleceu como idioma oficial por um tempo e, naturalmente, sofreu influencias externas tal como o nosso portugues, o resultado eh muito interessante. O idioma conhecido como “Kristang” eh um idioma criolo – um intermedio entre dois idiomas pra facilitar a compreensao de ambos os lados, tipo o “portunhol”.

Andando pelo vasto e profundo universo da internet achei esse poema em suas duas versoes, kristang e portugues. Minha opiniao: se ler em voz alta eh possivel entender/deduzir. Sou fascinado por idiomas e suas origens e influencias, ainda mais quando se trata do nosso Portugues.

Poema de Malaca (Kristang/Portugues)

Keng teng fortuna fikah na Malaka, (Quem tem fortuna fica na Malaca)
Nang kereh partih bai otru tera. (Nao quer partir pra outra terra)
Pra ki tudu jenti teng amizadi, (Por aqui toda gente tem amizade)
Kontu partih logu fikah saudadi. (Quando parte, logo fica saudade)
Oh Malaka, tera di San Francisku, (Oh Malaca, terra de Sao Francisco)
Nteh otru tera ki yo kereh. (Nao tem outra terra que eu queria)
Oh Malaka undi teng sempri fresku, (Oh Malaca onde tem sempre frescura)
Yo kereh fikah ateh mureh. (Eu quero ficar ate morrer.)

 

Atracoes turisticas

Praticamente todas as atracoes turisticas que fomos eram de graca e claro, com opcoes de “upgrade” que custam dinheiro.

Chegar ate as Petronas Towers eh muito facil, um trem te deixa na base delas. Ha a opcao de comprar um ticket online e subir ate um deck de observacao. Nao sei o preco. Uma dica valiosa: existe um hotel chamado “Traders Hotel” com um bar no seu topo com uma vista INCRIVEL pras torres. Recomendo fazer uma reserva e garantir um assento na janela.

Para ir ate Batu Caves, ha um trem que te deixa praticamente na porta. O trem custa mais ou menos 1 dolar e a entrada eh gratis com algumas opcoes pagas.

Ha tambem um Sightseeing Bus com passagem ilimitada por 24h que te leva em todas as atracoes turisticas principais da cidade.

Um monumento que achei bem bacana de fazer uma visita eh a National Mosque. Ao que parece, eles abrem para turistas uma parte do dia e a entrada tambem eh de graca. Se voce estiver usando bermuda, vao te dar um sobretudo roxo, por questoes de respeito.

Fotos para ilustrar nossa experiencia em KL.

national mosque robe

Eis o manto que precisamos usar caso a vestimenta nao seja adequada.

monkeys batu caves

Dentro da Batu Caves ha muitos, muitos macacos. Watch out!

DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO 20140713-IMG_5307 DCIM106GOPRO 20140712-IMG_5124 20140712-IMG_5244 20140713-IMG_5298  20140712-IMG_5111 20140712-IMG_5079

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Guia de viagem: Tailandia

Partindo de Singapura, fomos direto pra Phuket, uma provincia no sul do “Reino da Tailandia”, bem conhecida por backpackers por suas paisagens incriveis que a circundam. Nossa primeira impressao, porem, foi um pouco negativa. O Brasil eh o pais mais corrupto do mundo ate que voce sai dele e resolve conhecer um universo diferente.

Assim que desembarcamos, demos de cara com 4 filas gigantescas no aeroporto para passar pela imigracao. Do lado dessas filas, tinham duas mulheres cedendo “privilegios” para quem pagasse uma certa quantia para ela, dispensando o trabalho de enfrentar a fila e passar por um dos quatro funcionarios que estavam ABSOLUTAMENTE LIVRES, sem fazer nada. Como estavamos cansados e com as bagagens nas costas, pagamos 50 baht cada um e demoramos 2 minutos para ter o passaporte carimbado. Atras dos guiches tinham alguns policiais coniventes com a situacao. Uma vez li no Facebook que o Brasil nao eh tao bom quanto os politicos pensam porem nao ta ruim quanto os brasileiros pensam.

No aeroporto mesmo alguns taxistas vieram ate nos oferencendo pacotes de turismo. Nos, todos inocentes e novatos nessa terra quase sem lei, compramos um pacote que incluia muita coisa por um preco bem barato, mas descobrimos que esse preco poderia ser BEM mais barato se comprado na cidade. Eh a vida.

Ficamos umas duas noites em Phuket por ser ponto de partida para Phi Phi Island e depois fomos para Bangkok.

 

Economia local

O principal contribuinte para a e conomia do pais eh, evidentemente, o turismo (fonte: http://www.worldbank.org/en/country/thailand/overview). Acredito que um indicador disso eh o fato de quase todo mundo falar ingles, ou pelo menos conseguir estabelecer uma conversa em ingles.

Alimentacao eh incrivelmente barata. Eh possivel, se souber explorar com eficiencia, comer com menos de 2 dolares em Phuket e menos de 4 dolares em Bangkok e Phi Phi Island (a ultima tende a ser mais caro).

Thai Baht

A moeda eh razoavelmente desvalorizada, tendo uma taxa de conversao de mais ou menos 1 AUD = 30 baht. Eh o turista que move esse lugar, trazendo dinheiro de fora.

As coisas, de um modo geral, sao muito baratas. Pagamos equivalente a 7 dolares num hostel bom (Ai Phuket hostel) e 10 dolares/pessoa em um hotel com suite e ar condicionado no centro de Bangkok (AA Guest House)! Isso acaba sendo um perigo, pois pelo fato das coisas serem absudamente baratas, sempre vai ter alguem dobrando o preco pra tentar passar a perna no turista.

Sobre Phuket, Bangkok e Phi Phi Island nao notei uma desigualdade social muito grande. O problema la eh outro: se eh pobre mesmo. Diferente de Singapura onde o contraste eh bem evidente, na Tailandia raramente se ve a regiao rica do lugar.

 

Transporte publico(?)

Error 404: transport public not found.

Phuket eh uma cidade razoavelmente pequena com um aeroporto BEM distante do centro. O unico jeito de sair de la eh pagando um taxi, que nao sai caro, possivelmente uns 7 dolares pra cada passageiro (num grupo de 4 pessoas). Levando em conta que eh um taxi que sai do aeroporto (cartel de taxistas) e que sao mais de 30km, foi ate barato.

De Phuket para Phi Phi Island, pagamos um barco com open return, ou seja, podiamos voltar qualquer dia que quisessemos – o que eh bem conveniente. Como citei la em cima, mesmo pagando muito barato no aeroporto, poderiamos ter pagado ainda mais no hostel. Nosso pacote saiu a 1000 baht/pessoa por open return, enquanto conseguiriamos por 600. Um prejuizo de 10 dolares.

Ha transporte publico em Bangkok, mas nao arriscamos. Usamos taxi do aeroporto para o hotel, tuk-tuk e taxis para tours dentro da cidade e taxi de volta para o aeroporto. Por questoes de conveniencia e praticidade, eh melhor pagar um pouquinho mais. Especialmente no aeroporto de bangkok, peca que o taxista ligue o taximetro. Vai sair mais barato do que se ele fizer um preco combinado. Dentro da cidade, porem, nao se usa taximetro e os taxistas parecem predadores famintos procurando turistas, entao, be careful.

Outro detalhe importante: de todos os tours que olhamos pela internet, os precos eram absurdamente mais caros do que aqueles que encontramos na rua. Os precos vao parecer baratos, mas encontra-se pela metade se souber barganhar.

Outro detalhe versao 2.0: todos os taxistas vao lhe oferecer um tour incrivel passando por varios templos e possivelmente uma loja de joias, que eh o “sponsor” deles. O preco do tour se voce for no sponsor eh muito mais barato, pois eles ganham gasolina da loja de joias quando alguem compra algo. Vao tentar tambem te vender um passeio de barco ate o Wat Arun (Temple of Dawn), e vao alegar que so eh acessivel por barco por um preco de 500 baht. Negativo, fomos la de carro. Nao acredite em tudo que lhe eh falado.

 

Localizacao e clima

Phuket se localiza no sul da Tailandia e eh acessivel pelo Phuket International Airport. O aeroporto eh bem fraquinho e nao encontrei wi-fi gratis. Fica a 30km do centro de Phuket town.

Koh Phi Phi (Phi Phi Island) eh um pequeno arquipelago que fica no golfo entre Phuket e Krabi, sendo acessivel por ambos os lados via barco. Uma ilha bem pequena dominada por turistas e com um clima bem agradavel, menos quando chove. Uma chuva de medio porte por uns 15 minutos alaga a regiao central da ilha e eh preciso pisar naquela agua suja se quiser ir pra casa. Dica: carregue guarda-chuva. Dica 2: carregue botas de galocha caso visitar na epoca de chuva (y).

Bangkok fica no que eles chamam de “mainland”, mais ao centro do pais. Pode ser acessada por dois aeroportos internacionais, BKK ou DMK. Chegamos e partimos pelo ultimo, que tem uma infraestrutura razoavel e ainda eh dentro da cidade, o que facilita um pouco. Ha um terminal de taxis assim que se pisa fora do aeroporto.

Todos os lugares que fomos conta com um clima tropical caracterizado por monsoes, ou seja, epocas de muita chuva e epocas de estiagem. Fomos na epoca das chuvas e o clima eh mais ou menos assim: Bom dia, que dia bonito hoje…. ai caramba, abre os guarda-chuva ai… que sol bom aqui na praia. O calor predomina acompanhado de umidade, pra dar aquela sensacao de calor adicional.

 

Cultura

Por mais que esse pais seja considerado uma “terra sem lei”, falar mal do soberano Rei da Tailandia (historicamente chamado de Rei de Siao) eh um crime grave com prisao imediata! Nota-se que figura do rei eh venerada, estando ele em TODAS as cedulas e moedas do Thai Baht, em varios banners por todos os lugares que passamos.

Fala-se tailandes como idioma oficial, mas praticamente todo mundo consegue estabelecer uma conversa em ingles, especialmente se for pra te vender algo.

A religiao predominante eh o budismo, com muitos, MUITOS templos espalhados por Bangkok. Nao notei intolerancia religiosa ou tentativa de pregacao por parte dos locais.

A comida tailandesa eh famosa no mundo todo e, na tailandia, extremamente barata. Comi um chicken fried rice em Phuket por 30 baht (1 dolar!!!). Em Phi Phi as coisas tendem a serem mais caras por razoes obvias: turistas pagam mais e custa dinheiro levar pra ilha. Se a comida tailandesa nao desce mais, em Phi Phi pode-se comer espaguete de todos os temperos que desejar, pizzas e alguns bifes. O Burger King em Bangkok eh caro, preco paralelo com o Hungry Jack’s da Australia.

 

Alertas

Todo mundo tenta te passar a perna. Todo mundo tenta ganhar vantagem em cima de voce, te cobrando mais por algo e tal. Barganhar eh algo essencial quando for comprar qualquer coisa e, quanto maior o grupo, mais chance de desconto na hora de gastar. Scam parece ser comum la.

Em Bangkok, especialmente na Khao San Road, se consegue comprar de TUDO. TU-DO. Prozac (anti-depressivo), viagra, gas hilariante, documentos falsos impressos na hora, drogas de varios generos e ate passaportes!! Vi um quadro mostrando varios documentos de identidade de varios paises, dai falei pro cara que era do Brasil e ele “oh, vem ca, tenho ID e carteira de motorista do Brasil”. =O

 

Atracoes turisticas

Muitas. Milhares.

Em Phuket visitamos o Tiger Kingdom. O preco varia de acordo com seu gosto: pode-se tirar foto com os tigres de porte grande, medio ou pequeno. O primeiro sendo o mais barato e o ultimo sendo o mais caro. Se nao me falha a memoria, desembolsei 800 baht e ficamos mais ou menos meia hora com os tigres. O normal eh ficar 10 min por pessoa, mas estavamos em grupo de 4 e depois de uma reclamacaozinha da Luiza, nos deixaram la por 30 min.

20140704-IMG_4382

Os tigres sao suspeitamente calmos demais… haha

DCIM106GOPRO

De boa aqui tirando um selfie

Phi Phi Island eh uma atracao por si so. Andar pela ilha ja eh legal e, mesmo ficando uns 4 dias, ainda deixamos de fazer muitas coisas. Algo que recomendo nao perder eh o show de fogos no Carlito’s Bar toda noite, onde a galera faz malabarismo com fogo e eh simplesmente INCRIVEL.

20140706-IMG_4612

Creditos a Fatiminha pela foto incrivel!

20140706-IMG_4594 20140706-IMG_4581 20140706-IMG_460320140706-IMG_460420140706-IMG_4687

A ilha tem todo uma atmosfera diferente, mais tranquila do que Bangkok e Phuket e muita beleza natural a ser explorada. Nos decepcionamos porem ao ver lixo nas praias mais perto das areas residenciais. Ainda assim, muito incrivel, com uma agua de um azul turquesa… ahhh saudades.

DCIM106GOPRO

Peace.

DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO

20140710-IMG_5224

Bangkok eh um caos, porem um caos muito divertido! hahaha

A comecar pela Khao San Road, um dos pontos favoritos dos backpackers, onde so de andar por la ja eh divertido. Bom pra fazer compras, levar aquela lembrancinha pra casa.

Um leve detalhe: dois ali nao sao brasileiros apesar de se passarem por

Um leve detalhe: dois ali nao sao brasileiros apesar de se passarem por

Templos e mais templos. Quase todos cobram uma taxa pra entrar, mas eh coisa simbolica de 100 baht (menos que 4 dolares). Destaque para o Reclining Buddha (Wat Pho), que traz meus tempos de infancia no super nintendo de volta:

Wat Pho, ou Reclining Buddha, ou Sleeping Buddha, ou CENARIO DO SAGAT NO STREET FIGHTER

Wat Pho, ou Reclining Buddha, ou Sleeping Buddha, ou CENARIO DO SAGAT NO STREET FIGHTER

E outros varios templos que valem muito a visita. Fotos abaixo. Clique para ver a foto em tamanho maior.

DCIM106GOPRO

Selfie patrocinado por GoPro Inc.

 

DCIM106GOPRO

Pra mim, o Wat Arun, ou Templo do Amanhecer, eh um dos lugares mais incriveis de Bangkok. (Foto da GoPro)

DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO  DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO DCIM106GOPRO 20140710-IMG_4843

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Guia de viagem: Singapura

Singapura, ou Cingapura, ambas terminologias estao certas, eh uma das poucas cidades-estado restantes no mundo, estando na mesma categoria do Vaticano e Monaco. Dos paises do sudeste asiatico, Singapura eh o mais rico e mais desenvolvido, que pode ser considerado um oasis economico, dado sua localizacao. A “Cidade do Leao” foi nossa primeira parada nesta viagem de 20 e poucos dias. Tentarei relatar aqui minhas observacoes sobre esse lugar bem peculiar.

Voamos de Scoot, uma companhia low-cost, saindo de Sydney e pagando aprox. AUD250, um preco razoavel considerando as 6 horas de voo. Brasileiros nao precisam de visto, podendo ficar ate 30 dias devido a acordos bilaterais entre Brasil e Singapura.

Economia local

O pais tem uma economia MUITO forte, com uma moeda bem valorizada (SGD; Singaporean Dollar), tendo sua cotacao de aproximadamente R$ 2 = SGD 1. Mesmo com uma moeda quase tao valorizada quanto o dolar australiano, pagamos em media 50% mais barato nas refeicoes em Singapura do que aqui na Australia. Eletronicos sao muito baratos devido ao imposto ser baixo.

Naturalmente, onde se faz muito dinheiro, se gasta muito dinheiro. Pagamos quase 20 dolares por noite em um quarto para 6 num hostel (Footprints Hostel, super recomendo). Uma pequena caminhada pelo centro da cidade eh o suficiente pra notar que o dinheiro circula mesmo.

Uma foto do "Downtown Core"

Uma foto do “Downtown Core”

Apesar de toda riqueza, o coeficiente Gini de Singapura – um indice que mede a desigualdade social – eh bem alto, 47.8, (Fonte: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/rankorder/2172rank.html) ou seja, ha muito, MUITO dinheiro nas maos de poucos. A classe media tem um poder muito grande de compra mesmo assim. Pra se ter uma comparacao, o Gini Index do Brasil eh de 51.9.

 

Transporte publico

Com trens e onibus que cobrem a cidade toda, eh muito facil se locomover. Um trem do aeroporto ate o centro da cidade custa SGD1,80 e demora uns 40 minutos. Turistas tem um privilegio: podem comprar um cartao ja no aeroporto que da acesso ilimitado a todos os onibus e trens da cidade por SGD30, sendo 10 dolares “refundable” desde que voce devolva o cartao. Uma tecnica interessante.

Taxis nao sao tao caros, mas nao ha a necessidade de usa-los, a nao ser que voce queira sair 4 da manha pra ver um jogo do Brasil na copa do mundo.

Para se ter um carro em Singapura, deve-se gastar muito. Uma “permissao” para obtencao do carro pode lhe custar MUITO, e ainda precisa pagar o preco do carro, que tambem eh bem caro. Ao que parece, o governo faz de tudo para dificultar a aquisicao de carros, e uma das medidas mais eficientes eh deixar o sistema de transporte publico impecavel.

 

Localizacao e clima

Nao basta o pais ser uma cidade-estado, eh tambem uma ilha. O jeito mais facil de acesso eh via ar, pelo Aeroporto Internacional de Changi, considerado o melhor aeroporto do mundo, por varios motivos (dos aeroportos que ja fui, de longe, o melhor).

Nao bastasse ser uma ilha, localiza-se quase na linha do equador! Ou seja, eh verao o ano todo e com um clima muito umido! As temperaturas variam de 28 a 32 graus basicamente o ano todo, chegando a dar aquela sensacao termica agradavel de 36 graus mesmo sendo 2 horas da manha.

Chuvas podem vir a qualquer momento e eh sempre bom ter um guarda-chuva em maos. Um detalhe: a chuva nao refresca o clima.

La estavamos nos andando de boa quando do nada comeca a chover. Nada a fazer senao esperar...

La estavamos nos andando de boa quando do nada comeca a chover. Nada a fazer senao esperar…

 

Cultura

Singapura eh um pais novo. Conseguiu sua independencia, se juntou a Malasia, foi expulso da Malasia e hoje eh o que eh. A separacao da Malasia foi feita em 1965 (Fonte: http://lcweb2.loc.gov/cgi-bin/query/r?frd/cstdy:@field%28DOCID+sg0033%29). O ingles eh idioma oficial, em constituicao, juntamente com o tamil (indiano), chines e malasio. Ou seja, toda placa/anuncio oficial tera 4 idiomas. Todo anuncio no trem sera feito em 4 idiomas (eh engracado ate).

Decima pra baixo: Ingles, chines, malasio, tamil e japones (claro, tem que agradar aos turistas).

Decima pra baixo: Ingles, chines, malasio, tamil e japones (claro, tem que agradar aos turistas).

A comida eh bem saborosa por ter suas raizes ali mesmo no sudeste asiatico: a cozinha chinesa e malasia predomina. Em todos os lugares que fomos, as pessoas comem com garfo em uma mao e colher na outra. Comi umas coisas bizarras que nunca achei que fosse comer na vida, mas enfim…

O Estado eh totalmente laico. As pessoas nao estao nem ai para qual religiao voce segue, ou se voce nao segue nenhuma. Uma consequencia muito positiva da grande miscigenacao cultural que forma a nacao. Budistas, hinduistas, catolicos e ateus vivem na mais tranquila tolerancia religiosa.

Um leve detalhe: as coisas la funcionam do jeito que funcionam porque existem leis severas e que sao cumpridas. Trafico de drogas eh crime com PENA DE MORTE e o proprio porte de drogas eh prova suficiente para ser condenado. Nao ha advogado que te tire dessa.

Atravessar a rua fora da faixa ou no sinal vermelho para pedestre: multa.

MASCAR CHICLETE NA RUA: MULTA DE 200 DOLARES! Sim, isso eh serio. Engracado porem serio. Por questoes de preservacao e limpeza publica, chicletes sao proibidos em Singapura, a nao ser que sejam prescritos por um medico com fins terapeuticos.

 

Atracoes turisticas

Tem muita coisa legal para se ver, porem pouca coisa legal para se fazer. Se voce tiver muito dinheiro, talvez encontre mais coisas para se divertir, mas ficamos apenas com os “sightseeing” hehe.

O famoso hotel Marina Bay Sands foi a primeira parada. Um complexo arquitetonico incrivel! Uma obra de arte que o dinheiro pode pagar em um lugar bem privilegiado. Bonito a qualquer hora do dia, da vontade de tirar foto de todos os angulos possiveis,

marina bay sands singapore flyer

A Marina Bay. Ali no canto esquerdo pode-ser ver a Singapore Flyer, a segunda maior roda gigante do mundo.

20140701-IMG_3978 20140701-IMG_3985

Atras do Marina Bay Sands encontra-se um jardim botanico de grande proporcao e beleza: Gardens by the Bay. Sem muitas palavras pra descrever, deixo fotos. Parece cenario futurisco de filme/video-game.

20140701-IMG_4024

O acesso ao jardim eh totalmente gratis, mas algumas partes sao pagas, como aquelas estufas ali na foto.

20140701-IMG_4120 20140701-IMG_4084 20140701-IMG_4063 20140703-IMG_5041

20140703-IMG_5015 20140703-IMG_5019 20140703-IMG_5024

 

Visitamos o Zoologico de Singapura, que eh dividido em partes. Compramos o ticket para uma parte chamada River Safari, especialmente por causa desse senhor preto e branco na foto ali em baixo. Quando na vida eu veria um panda? haha Alem disso, tem-se varios ambientes diferentes, incluindo uma parte que ~tenta~ recriar a floresta amazonica.

 

 

panda sleeping singapore river safari

Modo soneca on.

Uma curiosidade: eles tem capivaras, ou, como eles chama, CAPYBARAS! hahah

Capywhat?

Capywhat?

20140702-IMG_4302 20140702-IMG_4292 20140702-IMG_4268 20140704-IMG_5112

 

Como me divirto muito andando em locais de alta atividade economica, considerei Chinatown como um ponto turistico. MUITAS, muitas barraquinhas vendendo de tudo. Todos os tipos de suvenir possiveis, comida, sucos, panelas, flores… tudo por precos baixissimos. Comprei 4 camisetas por 10 dolares de singapura!!! Quase AUD2,00 cada uma. Nao compro nem um cafe aqui em Sydney com isso.

CHINATOWN!

CHINATOWN!

 

Concluindo, curti bastante o lugar e, se por ventura um dia me aparecer uma oportunidade, mudo pra la sem pensar duas vezes haha. Um pais onde considera-se ser mais seguro do que Sydney, onde o dinheiro flui e onde a mao de obra qualificada eh muito valorizada.

20140703-IMG_5039 20140703-IMG_4983 20140701-IMG_4145 20140701-IMG_4132 20140704-IMG_5083 20140703-IMG_5041

 

Bonus: Ordem DeMolay em Singapura.

Ja no aeroporto fui recebido por um irmao DeMolay local, que me colocou junto aos outros membros da Ordem da cidade. Apesar de todos serem filipinos e seniors, continuam a se reunir regularmente de modo informal, o que me deixou bem feliz. Mais feliz ainda fiquei de ver toda a receptividade e calor fraternal que sempre tive no Brasil, agora, no outro lado do mundo, em um universo completamente diferente.

 

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

O brasileiro e a dificuldade de falar ingles

Nao ha duvidas de que o idioma ingles eh a lingua universal para nos, seres humanos. Nao ha duvidas tambem que aprender um segundo idioma e ter seu dominio proficiente eh dificil. Durante estes 9 meses de estadia aqui conversei com gente de varias nacionalidades, com varios sotaques, com varios niveis de ingles. Ouvindo e analisando sotaques eh possivel deduzir quais sons foneticos faltam num determinado idioma e, consequentemente, sao um impecilho a mais no aprendizado. Abaixo tentarei listar alguns e comentar.

Antes, uma tabela de foneticas do idioma portugues (PT-BR) comparadas com o idioma ingles:

 

Tabela com as consoantes foneticas. Todos os itens destacados em cinza sao compartilhados entre o portugues e o ingles. Os itens em branco sao AUSENTES no idioma portugues. (Fonte: [4:33:05 PM] Rob: Learner English, edited by M. Swan and B. Smith.)

Tabela com as consoantes foneticas. Todos os itens destacados em cinza sao compartilhados entre o portugues e o ingles. Os itens em branco sao AUSENTES no idioma portugues. (Fonte: [4:33:05 PM] Rob: Learner English, edited by M. Swan and B. Smith.)

Adicionando o que falta ali: nosso idioma nao possui o que chamamos de “vogais estendidas”. Na representacao fonetica, essas vogais sao escritas com dois pontos logo a frente, exemplo: meet = /mi:t/. Nesse caso, o i seria uma vogal prolongada. Para o bom e velho portuguese native speaker, as palavras “meet” e “mit” teriam a mesma pronuncia, assim como confundimos “sheep” e “ship“.

Bom, vamos para as consoantes, seguindo a tabela da esquerda pra direita.

θ ou “Fricativa dental surda” (Voiceless dental fricative)

Esse som complicado de descrever e mais complicado ainda de se pronunciar se encontra em palavras como think, month, worth… Onde a ponta da lingua precisa ficar atras dos dentes quando o som for pronunciado. Uma imagem pra tentar facilitar:

Complicado com ou sem imagem =(

Transcrevendo foneticamente, teriamos algo como

think = /θɪŋk/

month = /mənθ/

worth = /wərθ/

 

Na ausencia desse som, o som do F eh usado como reposicao por nos brasileiros. Entao eh comum ouvir “fink“, “monf” e “worf“.

 

ð̠ ou “Fricativa alveolar sonora frontal” (Voiced alveolar fronted sibilant)

Assim como o som que citei antes, o movimento com a lingua eh semelhante. Esse som eh encontrado em palavras tais quais this, that, them

Na transcricao fonetica:

this = /ðɪs/

that = /ðat/

them = /ðɛm/

 

Na ausencia de tal fonetica, costumamos usar o D como substituto. “Dis”, “dat” e “dem” acaba sendo o equivalente para as tres palavras mencionadas atras.

 

A consoante t e tʃ (Fricativa palato-alveolar muda)

Temos a consoante “t” em nossa fonetica. Acontece que, por um fenomeno chamado “glotalizacao do T”, ele soa diferente em cada idioma. Nosso t, por exemplo, soa como se estivessemos falando tʃ ou “tsh”. Por exemplo, se dizemos “gilete”, foneticamente, pode-se transcrever a ultima silaba em tʃ. “gi-le-tʃi”.

Esse fenomeno descrito ai em cima muda um pouco a pronuncia de algumas palavras no ingles por nos, usando coast e toilet como exemplo. A escrita, trasncricao fonetica e transcricao fonetica usando nosso fator de glotalizacao do T seria, respectivamente:

coast = kəʊst = kəʊstʃi.

toilet = ˈtɔɪlɪt = ˈtɔɪlɪtʃi.

(onde o ʃ = schwa; apenas uma representacao do som chiado que fazemos ao pronunciar palavras assim – com excessao pro pessoal do sul do Brasil)

Acaba que quando ha um t em uma palavra em ingles, naturalmente a leremos como , pois quase todas as nossas sao assim.

 

A consoante ʤ (Fricativa palato-alveolar muda)

Tambem temos tal fonetica, porem em local diferente do idioma ingles. Lemos a palavra “grande” como “granʤi”, onde nosso D antes de E ou I ocupa tal som. Contudo, na pronuncia do ingles podemos fazer tal confusao com palavras que contem um D.

No ingles, o D ocupa um som de D mudo quando antes de /i/, /e/ e /ɛ/. A consoante em questao, ʤ, ocupa o som, principalmente, da letra J no ingles, como nos exemplos abaixo:

jump = /dʒʌmp/

journey = /dʒəːni/

just = /dʒʌst/

 

As consoantes r e w

Por fim, duas consoantes bem traicoeiras: r e w. A comecar pelo r.

No nosso idioma mae, o r tem dois son: o som “fraco” e o som “forte”, o ultimo, escrito como -rr- no meio das palavras ou r- no inicio.

No ingles, o h ocupa esse som, onde nota-se a diferenca em red e head e em rat e hat. O r nos trai quando tentamos falar “redhead”, “barrier” ou “rat”.

Para as transcricoes foneticas, temos:

redhead = /rɛdhɛd/

barrier = /barɪə/ (tenho muita dificuldade de pronunciar isso ainda)

rat = /rat/

hat = /hat/ (para fins de comparacao com “rat”)

A dica esta em forma de imagem, que parece ser bem complicado (e na verdade eh haha):

Bizarro, porem real

 

A consoante w exerce som em muitas, muitas palavras do ingles. Palavras do cotidiano como “what”, “world” tem esse som, que se assemelha MUITO com o som presente em “quando” e “guarana”. Esse som acaba nao sendo tao problematico quanto os outros anteriores. Abaixo a transcricao:

what = /wɒt/

world = /wəːld/

 

A partir do momento que sabemos nossas fraquezas, fica muito mais facil lidar com elas. Sotaque nao eh e nunca foi um problema no idioma, eh nada mais nada menos que nosso cerebro atingindo o limite para estabelecer uma comunicacao. O sotaque eh a “assinatura” de um povo, mesmo dentro de um mesmo pais, mesmo dentro de um mesmo estado (vide MG e seus milhoes de sotaques)!!!

Como dizia Sun Tzu em A Arte da Guerra, “Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você se conhece mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota. Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas.

Lembrando que todo esse texto foi escrito por alguem que nao estuda linguistica como unidade principal.

 

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , | 1 Comment

Sydney para iniciantes: um pequeno guia turistico

Sydney tem zilhoes de coisas pra fazer e ver. Algumas poucas dessas muitas serao relatadas aqui no formato de um pequeno guia de viagem pra quem visita essa cidade incrivel. Para cada dia, um cronograma bem flexivel e com uma base de precos (que sempre podem variar).

Vamos la. Antes de mais nada, recomendo comprar um passe semanal MyMulti3, ja o primeiro dia em Sydney, que da liberdade pra andar por toda a cidade (e ate fora dela) de tram, onibus, barco e trem. O passe semanal custa em torno de AUD 66 (~R$140).

Para aproveitar mais ainda, compre um combo que da acesso as atracoes turisticas caracteristicas daqui: zoologico, aquarios, museu de cera e Sydney Eye Tower. Pode ser comprado aqui http://www.sydneyaquarium.com.au/ por um preco de AUD 63 (~R$130). Esse ticket pode ser comprado pela internet e trocado na hora. Basta agendar o dia da primeira visita.

 

Dia 1: segunda-feira

Assim que chegar, compre o ticket MyMulti3 no aeroporto mesmo pelo preco que mencionei ali em cima. Visite o Darling Harbour, e, de quebra, ja da pra conhecer o Sydney Sea Life Aquarium, o Wildlife Zoo e o Madame Tussauds Museum, que sao exatamente um ao lado do outro.

No proprio Darling Harbour ha varias opcoes para matar a fome, de todos os generos possiveis.

Nesse mesmo dia, vale a pena seguir para a Sydney Eye Tower e ver o por-do-sol la de cima, que eh incrivel!

Gastos:

AUD 66 (R$ 140) do ticket do transporte.

AUD 63 (R$ 130) da entrada de todos as atracoes.

AUD 30 (R$ 63) da estadia em hostel.

AUD 15 (R$ 31) de alimentacao (em media).

 

Dia 2: terca-feira

Conheca a Universidade de Sydney, a universidade mais antiga da Australia que, alem de muita historia, tem muita beleza! De la, pegue um onibus ate o centro da cidade (ou simplesmente “city”) e conheca a parte mais capitalista daqui: varios shoppings e lojas com precos absurdamente baratos ate astronomicamente caros. Detalhe especial para o Queen Victoria Building (QVB), que vale uma conferida especial.

Pode-se ir caminhando do QVB ate o Sydney Opera House, mas aconselho pegar um onibus ate o Circular Quay. Ali eh onde se encontra os “landmarks” principais da Australia: Sydney Opera House e Sydney Harbour Bridge. Aproveite e vista durante o dia e, antes das 6pm, corra para o Royal Botanic Gardens, mais especificamente para Ms. Macquaire Chair – na minha opiniao o por-do-sol mais bonito de Sydney.

Ha a opcao de visitar a Galeria de Arte de New South Wales, um pedaco de cultura da Australia com varias obras de arte interessantes, dentre elas impressoes da Australia e Nova Zelandia na epoca da colonizacao, artefatos asiaticos da cultura hindu e budista…

Para quem gosta, o Royal Botanic Gardens tem MUITA especime diferente de plantas. De todos os lugares do mundo, de todos os tipos e cores. Um lugar otimo pra relaxar.

Gastos:

AUD 30 (R$ 63) da estadia em hostel.

AUD 15 (R$ 31) de alimentacao (em media).

 

Dia 3: quarta-feira

Volte ao Darling Harbour, preferencialmente antes do almoco, e assista a algum filme no IMAX, a maior tela de cinema do mundo. Sim, eh MUITO grande. O ticket nao eh muito barato, sendo AUD28 se voce for estudante (32 preco regular).

Caso o clima ajude e faca aquele dia bonito, faca a caminhada de Coogee Beach ate Bondi Beach. Uma caminhada razoavelmente longa (mais de 1,5h caminhando), que passa por varias outras praias incriveis! Leve agua e um lanche, so por precaucao.

Vale a pena tirar o resto do dia e relaxar em Bondi, uma das praias mais conhecidas dos turistas aqui.

Ha varias opcoes para o almoco em Bondi, desde sanduiches vegetarianos ate um rump steak sangrando :p

Gastos:

AUD 28 (R$60) do IMAX.

AUD 30 (R$ 63) da estadia em hostel.

AUD 15 (R$ 31) de alimentacao (em media).

 

Dia 4: quinta-feira.

Volte ao Circular Quay e pegue um barco para Manly Beach. A propria viagem de barco ja eh muito bacana, com uma vista incrivel.

Logo que desembarcar em Manly, a esquerda tem-se o Sea Life Sanctuary com varias atracoes legais, inclusive pinguins! hahaha

Uns 5 minutos de caminhada a partir do Manly Wharf te leva a Manly Beach, uma praia maior do que as outras mencionadas. Se quiser algo mais sossegado, pegue uma pequena passarela que leva a Shelly Beach.

Inumeras opcoes de alimentacao em Manly, incluindo um restaurante brasileiro que funciona no esquema de Self Service ao quilo!

Calcule sua volta para coincidir com o por do sol e veja o sol se esconder atras da regiao central da cidade.

Quinta-feira eh um dos dias que a vida noturna aqui mais bomba. Pra quem gosta, vale a pena dar uma volta no centro da cidade ou em King Street. Incontaveis bares, pubs e clubes (99% deles de graca pra entrar).

Gastos:

AUD 30 (R$ 63) da estadia em hostel.

AUD 15 (R$ 31) de alimentacao (em media).

 

Dia 5: sexta-feira

Visite Blue Mountains. Localizadas em Katoomba, um suburbio razoavelmente afastado do centro (mais de 100km), mas que tem-se trens diretos. Ha varias trilhas que podem ser feitas, mas recomendo apenas a Grande Escadaria que leva ate uma pequena estacao de trem. Um diferencial: esse trem tem seus trilhos em aproximadamente 60 graus de inclinacao! hahaha! E custa 14 dolares.

A beleza natural do lugar eh de deixar o queixo caido, em destaque pela formacao rochosa conhecida como Three Sisters.

Ha algumas opcoes de alimentacao em Katoomba; sinta-se a vontade em levar a sua propria.

Outra recomendacao: se for em epocas chuvosas, va de tenis fechado e confortavle e calca comprida.

Gastos:

AUD 30 (R$ 63) da estadia em hostel.

AUD 15 (R$ 31) de alimentacao (em media).

AUD 14 (R$ 30) do ticket do trem que sobe super inclinado.

 

Dia 6: sabado.

Vale a pena atravessar a Sydney Harbour Bridge a pe e apreciar a vista do Circular Quay de uma perspectiva diferente. Do outro lado da ponte, chamado de North Shore (ou North Sydney). Um lugar um pouco mais tranquilo e bom pra relaxar.

Ha um wharf (ponto de barco) ao lado do Luna Park que te leva para o Darling Harbour.

Todos os sabados, por volta de 8:30pm, o Darling Harbour promove uma exibicao de fogos de artificio, totalmente de graca. SUPER recomendo assisti-los.

Ate dar o horario dos fogos, o Harbourside eh uma opcao para se divertir e/ou gastar um dinheiro nas lojas por la.

Gastos:

AUD 30 (R$ 63) da estadia em hostel.

AUD 15 (R$ 31) de alimentacao (em media).

 

Dia 7: domingo.

Ha muito mais coisa pra se fazer, mas nao consigo pensar em algo especifico para o domingo. Geralmente cada um tem um desejo particular de visitar algo, o que enquadraria perfeitamente aqui. Refaca as malas e prepare-se para a viagem de volta.

AUD 30 (R$ 63) da estadia em hostel.

AUD 15 (R$ 31) de alimentacao (em media).

 

No final das contas, o gasto medio gira em torno de

Acomodacao: AUD 210 (R$ 441)

Alimentacao: AUD 105 (R$ 220)

Transporte: AUD 66 (~R$140)

Atracoes principais (aquario, zoo, museu de cera…): AUD 63 (~R$130)

Ticket do IMAX: AUD 28 (R$ 60)

Trem de Blue Mountains: AUD 14 (R$ 30)

 

TOTAL: aprox AUD 486 (R$ 1020)

Jogando os precos beeem pra cima.

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , , , | 3 Comments